Sua segurança em primeiro lugar

Sua casa mais protegida

  O crescimento dos índices de violência e as diversas formas de intrusões têm apontado a necessidade cada vez mais presente de equipamentos de segurança como alarmes e câmeras que detectam invasões e reprimem essas ações.

   O projeto deve ser feito por um profissional do setor, deve promover a comodidade e, ao mesmo tempo, a proteção.

  A conscientização dos moradores é fundamental para elevar a eficiência ao máximo.

 A vulnerabilidade das casas está concentrada, principalmente, em áreas de acesso fácil, como por exemplo, a entrada dos fundos ou aquela janela lateral escondida. A proteção deve ser pensada em etapas, a partir das características do ambiente, aplicando equipamentos que ofereçam cobertura aos pontos frágeis.

   É importante também estar atento a uma possível rendição ao entrar em casa. Nesses casos, o essencial é não reagir e lembrar que a maioria dos sistemas de segurança conta com código de coação, que avisa a central de monitoramento o que está acontecendo sem gerar um alarme que possa ser percebido pelo assaltante.

Veja as principais dicas dos especialistas em segurança:

  1. Nunca reaja ou tente dominar os assaltantes.

  2. Mantenha seus sistemas de segurança ligados e em pleno funcionamento.

  3. Ambientes bem iluminados são menos propícios para invasões.

  4. Tenha sempre funcionários de confiança.

  5. Tenha contatos de emergência em lugares de fácil acesso.

  6. Antes de abrir a porta, identifique claramente os visitantes e prestadores de serviço.

  7. Evite comentar sobre sua vida íntima, patrimônios e ganhos na frente de estranhos e em redes sociais.

  8. Quando estiver chegando em casa, fique atento ao movimento de pessoas próximas. Se desconfiar de algo não pare, dê a volta no quarteirão para certificar-se de que está seguro.